terça-feira, 4 de agosto de 2015

Efluentes/APA de Guapimirim



REJEITO DE MINERADORA VAZA E ATINGE APA DE GUAPIMIRIM


De acordo com INEA (Instituto Estadual do Ambiente), a companhia Jacundá fazia arrendamento de área a empresas não licenciadas.

O rio Roncador que nasce em Magé, com águas cristalinas, está tomado por rejeitos de cor branca desde a última quinta feira. Técnicos do INEA detectaram vazamento da mineradora Jacundá LTDA, cuja a licença de operação foi concedida pelo próprio órgão em novembro de 2014. Agora as atividades foram suspensas e os responsáveis notificados. O pior era o arrendamento que a empresa fazia para outras empresas não licenciadas.
Foi comprovado alteração na transparência da água do rio e aumento do seu PH. Devido a isso, muitas espécies foram ameaçadas, como robalo e camarão. Segundo Maurício Muniz, chefe da APA de Guapimirim, os rejeitos já alcançaram a Baía de Guanabara. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), anunciou que vai multar a mineradora (vai autuá-la por dano ambiental à área de proteção ambiental - APA), que atua na extração de areia e argila para a construção civil, ocupando uma área imensa e causando impactos  significativos.


http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://og.infg.com.br/in/17061942-3cb-c29/FT1086A/420/vazamento.jpg&imgrefurl=http://oglobo.globo.com/rio/mineradora-despeja-milhares-de-litros-de-poluente-em-rio-que-desemboca-na-baia-de-guanabara-17061943&h=420&w=699&tbnid=RBYcdpF-qMVg2M:&docid=RBj2aj-_ClKGnM&ei=_gbBVePFHsihwASm-LKICg&tbm=isch&ved=0CB8QMygCMAJqFQoTCOO84-eJkMcCFcgQkAodJrwMoQ

Jornal O Globo, 04/08/2015, Pág.10



Nenhum comentário:

Postar um comentário