quarta-feira, 22 de junho de 2016

ENERGIA LIMPA

Brasileiro cria gerador mecânico que produz energia limpa em larga escala

O “gerador de mecânico de energia” tem aparência semelhante a uma turbina solar.

Brasileiro cria gerador mecânico que produz energia limpa em larga escala
O invento se destaca pela flexibilidade de instalação. | Foto: Divulgação
O desenvolvedor de projetos Gerdian Correia dos Santos, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), trabalhou durante três anos com projetos de energia eólica e solar, e isso lhe deu a expertise e a inspiração para criar o “gerador mecânico de energia”.
“Vendo e vivendo a situação de projetar nessa área [de energia sustentável], com tantas informações no meu dia a dia, comecei a estudar uma forma nova de produzir energia limpa com outra força diferente das que já existem”, conta o inventor.
O “gerador de mecânico de energia” tem aparência semelhante a uma turbina solar, com três hélices, mas que funcionam em sentido horário, movidas com forças diferentes. No interior das hélices, trilhos trabalham como elevadores de peso – “Esses pesos fazem toda diferença, criando um movimento mecânico harmônico. No momento certo, os pesos giram as hélices dando tração ao gerador. O resultado é energia 100% limpa”, explica Santos.
O invento se destaca pela flexibilidade de instalação: enquanto um parque para 90 turbinas eólicas requer 20 mil hectares de área, 500 turbinas do “gerador mecânico” podem ser instaladas em uma área de cinco mil hectares. Os parques para o gerador mecânico podem ser instalados também em áreas de baixa altitude, enquanto os específicos para energia eólica precisam de terrenos em áreas elevadas. “As eólicas precisam ter redes de transmissão para escoar energia, já o meu projeto dispensa redes de transmissão, uma vez que pode ser construído perto de uma subestação. O parque pode ser construído à beira de qualquer estrada, reduzindo o custo do projeto em bilhões”, aponta o inventor.
O “gerador mecânico de energia” já está registrado pelo brasileiro junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, o inventor busca investidores para produzir e comercializar o seu produto, seja por meio da venda ou licenciamento da patente, ou ainda via formação de sociedade.
http://ciclovivo.com.br/noticia/brasileiro-cria-gerador-mecanico-que-produz-energia-limpa-em-larga-escala/

ENERGIA LIMPA

Brasileiro cria gerador mecânico que produz energia limpa em larga escala

O “gerador de mecânico de energia” tem aparência semelhante a uma turbina solar.

Brasileiro cria gerador mecânico que produz energia limpa em larga escala
O invento se destaca pela flexibilidade de instalação. | Foto: Divulgação


O desenvolvedor de projetos Gerdian Correia dos Santos, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), trabalhou durante três anos com projetos de energia eólica e solar, e isso lhe deu a expertise e a inspiração para criar o “gerador mecânico de energia”.
“Vendo e vivendo a situação de projetar nessa área [de energia sustentável], com tantas informações no meu dia a dia, comecei a estudar uma forma nova de produzir energia limpa com outra força diferente das que já existem”, conta o inventor.
O “gerador de mecânico de energia” tem aparência semelhante a uma turbina solar, com três hélices, mas que funcionam em sentido horário, movidas com forças diferentes. No interior das hélices, trilhos trabalham como elevadores de peso – “Esses pesos fazem toda diferença, criando um movimento mecânico harmônico. No momento certo, os pesos giram as hélices dando tração ao gerador. O resultado é energia 100% limpa”, explica Santos.
O invento se destaca pela flexibilidade de instalação: enquanto um parque para 90 turbinas eólicas requer 20 mil hectares de área, 500 turbinas do “gerador mecânico” podem ser instaladas em uma área de cinco mil hectares. Os parques para o gerador mecânico podem ser instalados também em áreas de baixa altitude, enquanto os específicos para energia eólica precisam de terrenos em áreas elevadas. “As eólicas precisam ter redes de transmissão para escoar energia, já o meu projeto dispensa redes de transmissão, uma vez que pode ser construído perto de uma subestação. O parque pode ser construído à beira de qualquer estrada, reduzindo o custo do projeto em bilhões”, aponta o inventor.
O “gerador mecânico de energia” já está registrado pelo brasileiro junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, o inventor busca investidores para produzir e comercializar o seu produto, seja por meio da venda ou licenciamento da patente, ou ainda via formação de sociedade.
http://ciclovivo.com.br/noticia/brasileiro-cria-gerador-mecanico-que-produz-energia-limpa-em-larga-escala/

segunda-feira, 20 de junho de 2016

SOLSTÍCIO DE INVERNO

O solstício de inverno está chegando





O inverno chega com lua cheia.

19/06/2015 às 23:03
por Josélia Pegorim 
O inverno começa oficialmente no dia 21 de junho, às 13h38, pelo horário de Brasília e vai terminar em 23 de setembro, às5h20, também no horário de Brasília. A data e o horário do início e do fim das estações do ano é um cálculo matemático e é determinada pelos astrônomos e não pelos meteorologistas. O tempo e o clima não obedecem a agenda astronômica. O frio mais intenso nem sempre acontece no inverno, o calor mais forte não é sempre no verão.

No dia 21 de junho o Hemisfério Sul passa pelo solstício de inverno e o Hemisfério Norte pelo solstício de verão. O solstício é um momento, com dia, mês, hora e segundo para acontecer. Não é um período. Então, não é correto dizer “entramos no solstício”. Você pode dizer passamos (com a ideia de um momento) pelo solstício de inverno e entramos (ideia de um período que vai se prolongar) no inverno.
 Noites longas, dias curtos
É nos dias próximos do solstício de inverno (verão) que temos as noites mais longas (curtas) e o menor (maior) número de horas de sol. Esta diferença é muito nítida no centro-sul do Brasil, mas pouco perceptível no centro-norte. Isto depende da latitude, que é a distância em relação à Linha do Equador terrestre.
 A meteorologista Josélia Pegorim conversou com o professor Marcos Calil que explica o que é solstício. Você vai ficar sabendo o que quer dizer a palavra solstício, porque ocorrem as estações do ano e o caminho do sol em relação ao ponto cardeal oeste.
Feliz primeiro dia de inverno!

Brasil - tendência para o inverno 2016

15/06/2016 às 18:00 
por Josélia Pegorim 

Atualizado 16/06/2016 às 12:24
O solstício de inverno ocorre no dia 20 de junho, às 19h34, pelo horário de Brasília. É o início oficial da estação.
No Brasil, o tempo seco, dias com sol e poucas nuvens, noites frias, são características do inverno na maior parte do país. Com a atmosfera cada seca, é comum termos vários dias consecutivos sem chuva. Mas muitas áreas do Sudeste, do Centro-Oeste, do interior do Nordeste e do Tocantins podem passar semanas seguidas em precipitações.
A porção norte da Região Norte tem chuva frequente no inverno, mas que já não é tão volumosa como no verão. Na costa leste do Nordeste podem ocorrer eventos de chuva forte por causa da passagem de frentes frias e de distúrbios ondulatórios de leste.
A chuva do inverno no centro-sul do Brasil ocorre basicamente durante a passagem das frentes frias, que podem vir acompanhadas de massas polares extremamente fortes, como as que passaram pelo Brasil na primeira quinzena de junho. É a sucessiva passagem destas massas polares  sobre o Brasil que ressecam e esfriam a atmosfera.
Diante do frio rigoroso que sentimos no fim do outono será que vai esfriar ainda mais no inverno? Neste ano de 2016 teremos o frio que não tivemos nos últimos dois anos. Os invernos de 2014 e 2015 foram com pouco ou nenhum frio notável. Em particular no ano de 2015, por causa da influência de um forte fenômeno El Niño, as massas polares intensas foram bloqueadas e praticamente não chegaram ao Brasil.

http://www.climatempo.com.br/noticias/318638/o-solsticio-de-inverno-esta-chegando/


http://www.climatempo.com.br/noticia/2016/06/15/brasil-tendencia-para-o-inverno-2016-4435