quinta-feira, 10 de setembro de 2015

NÍVEL DOS RESERVATÓRIOS/ ATENÇÃO PARA O NORDESTE!



Com chuva forte, nível sobe em todos os mananciais da Grande SP, mas os reservatórios  no Nordeste estão em colapso


chuva forte que atingiu na terça-feira (8) a capital paulista, a região metropolitana e o Estado de São Paulo ajudou na recuperação dos mananciais que abastecem a população. Eles registraram aumento em seus níveis de armazenamento e acumularam mais de 50 milímetros de chuva em um intervalo de um dia. O índice do Cantareira subiu de 11,6% para 11,9%. Entre ontem e esta quarta-feira (9), o Cantareira acumulou 45,8 milímetros de chuva, mais da metade (53%) da média histórica para todo o mês. O índice do Alto Tietê teve alta de 0,7 ponto percentual, passando de 13,1% para 13,8%. O sistema armazenou 57,3 milímetros de chuva, 70% da média histórica de setembro. O nível do Guarapiranga aumentou 3,5 pontos percentuais, subindo de 67,2% para 70,7%. O manancial recebeu 53,2 milímetros de água, o que corresponde a 68% da média de setembro. Os índices do Alto Cotia, Rio Grande e Rio Claro também registraram alta, subindo para 56,3%, 83,9% e 58,5%, respectivamente. Esses três sistemas acumularam 52,8 milímetros, 67 milímetros e 67,6 milímetros de chuva, nesta ordem. As informações são fornecidas pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).
Em contrapartida, seca faz com que barragens de quatro estado do Nordeste, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba atinjam níveis críticos. Dos 422 reservatórios públicos, 162 estão em níveis alarmantes e pelo menos 60 secaram completamente. Segundo dados da Agência Nacional de Águas (ANA), em 2012, o primeiro ano de estiagem, as barragens do Nordeste estavam com 59% da capacidade de armazenamento. Agora, estão com 25%. A média de armazenamento de água só não é pior devido a Bahia e o litoral terem recebido mais chuvas. É NECESSÁRIO UM OLHAR ESPECIAL PARA O NORDESTE - NÃO PODEMOS MAIS CONVIVER COM ESSE DESCASO!
Uma vez que houve a intenção de se fazer a Transposição das águas do Rio São Francisco, é importante que essa água chegue. Essa previsão é para dezembro de 2016, nesses quatro estados.
O NORDESTE TAMBÉM SOFRE COM A DESERTIFICAÇÃO DO SOLO, o processo está em estágio acelerado, atingindo setenta e cinco cidades de oito dos nove estados da região, sendo exceção o Maranhão.

http://noticias.uol.com.br/ao-vivo/2014/10/16/falta-de-agua.htm#com-chuva-forte-nivel-sobe-em-todos-os-mananciais-da-grande-sp-20150909092446
Jornal O Globo, 08/09/2015, Pág.21

Nenhum comentário:

Postar um comentário