sexta-feira, 24 de julho de 2015

Resíduos Sólidos/ Energia à Partir de Restos de Madeira


Aproveitamento de Madeira na Alemanha


Foi noticiado hoje que na Alemanha, troncos e folhas de madeira são triturados e transformados em adubo e combustível para a indústria. Em 2006/2007 uma dissertação de mestrado do PEAMB/ UERJ (Programa de Engenharia Ambiental da Universidade do Estado do Rio de Janeiro) sobre "Gestão de Resíduos de Poda: Estudo de Caso da Fundação Parques e Jardins do Município do Rio de Janeiro"(de domínio público  na internet), já apontava, naquela época,  diferentes soluções para estes tipos de resíduos. Estas propostas serão detalhadas e disponibilizadas, por partes, aqui no Blog. O modelo Alemão (Universidade Técnica de Braunschweig, por Klaus Flick)  e um outro brasileiro (de José Audi, Itapira, São Paulo) ratificam as vantagens econômicas desse reaproveitamento em termos de energia renovável.
O modelo brasileiro, um estudo de caso no município do Rio de Janeiro, citado em destaque, foi direcionado para ação conjunta da Fundação Parques e Jardins/RJ (responsável na ocasião pelas podas - hoje feitas pela COMLURB) com os aterros sanitários/lixões, prevendo circunstâncias ambientais relevantes nas realidades locais, como: modelagem inteligente de resíduos nos aterros; gestão compartilhada entre entes municipais; espécies expressivas em volume de podas; opções diferenciadas para cada tipo de madeira; logística; e, principalmente, o apelo social pela inclusão da mão de obra dos catadores (figuras expressivamente brasileiras, que tiram seu sustento, de forma insalubre e perigosa nos vazadouros de lixo. Aguardem!




Jornal O Globo, 24/07/2015, Pág. 22

Nenhum comentário:

Postar um comentário