quinta-feira, 23 de julho de 2015

Poluição do Ar /CSN

CSN ( Companhia Siderúrgica Nacional)  é advertida por excesso de emissões


Medições do INEA(Instituto Estadual do Ambiente) registram poluente acima do legal

A Justiça federal determinou que a CSN reduza a emissão de material particulado. Em ação movida pelo MPF ( Ministério Público Federal ) conforme anunciado aqui no blog, no mês passado.
Um relatório do INEA apontou a violação das 8.860 medições feitas pelo órgão entre setembro e outubro de 2014, 3.821 ou 43% do total apresentaram concentrações superiores ao previsto na Resolução Conama nº 436/2011.
O Juiz Huilton Sávio Gonçalo Pires, não determinou a paralisação das atividades, mas ordenou imediata redução das emissões que a CSN apresente, em 20 dias, um plano de monitoramento de particulados.
Em relação ao TAC (Termo de Ajuste de Conduta) que a CSN se apoia desde 2010, percebe-se uma certa morosidade. procuradores pedem uma renovação de licença que expirou em 2008. A Companhia não se pronunciou.


https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSZF6-8wwc6ExunNVsFDaJFrRU8vyQ62Mm95-QpjSlMeeM9SE6a-A



Jornal O Globo, 22/07/2015, Pág.. 18

Nenhum comentário:

Postar um comentário